Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Thought Trips

Viagens que passam pela mente. Em meio de reflexão, exposição, informação ou relato. São viagens, experiências e histórias.

Thought Trips

Viagens que passam pela mente. Em meio de reflexão, exposição, informação ou relato. São viagens, experiências e histórias.

01
Jun20

A metamorfose - Kafka Franz

Tiana

                Raro é o estudante que não viu este título cruzar o seu caminho literário, no entanto, nem todos nos atrevemos – ou nos vimos dispostos – a ler as palavras de Kafka sobre Gregório. A história que nos é narrada com início na mudança que ocorreu a este personagem, ao acordar numa manhã que se destinava a ser regular como tantas outras, demonstra-nos a nova perspetiva que toma sobre a sua vida. Sem escolha ou aviso, Gregório vê-se dependente de quem antes dependia de si por conta do aspeto repulsivo em que acorda. A narrativa dá-nos a perceber os defeitos da sua família, assim como as suas intenções.

Após a leitura, que eu esperava ser mais pesada e distraída, entendi que o propósito da obra de Kafka para mim foi iluminar um pouco a visão que tinha sobre a relação entre o corpo e a mente. Quer a nível introspetivo ou social, ligamos facilmente a mente ao corpo que a hospeda. Tomo por mente todos os aspetos psicológicos, memórias, atitudes, decisões e ligações. Já o corpo é, obviamente, a nossa imagem física repleta de fatores variáveis ou não. É colocada a questão de quão razoável é esta ligação direta.

É instintivo – e diria até necessário – ao ser humano que analise primeiro o aspeto de alguém antes de tomar contacto com x mesmx. Não quero dizer em termos de discriminação geral. Dirijo-me, por exemplo, para casos em que esta “primeira impressão” serve como informação para a nossa segurança ou melhor preparação e abordagem. No entanto, Kafka coloca-nos para observação um caso onde o aspeto é alterado, ou seja, todos os personagens intervenientes na história conheciam Gregório e as suas qualidades antes da mudança de físico. Com o desenvolvimento do enredo, entendemos como até os pais e a própria irmã – tão querida pelo protagonista – se enchem de sentimentos como repulsa em consequência do aspeto que o seu familiar toma. É nítida a forma como o personagem passa de ser desejado naquela casa pelo seu trabalho para ser abominado e esquecido como filho e irmão. É aí, então, onde somos deixados pela questão colocada: por vezes, as emoções geradas pela perceção do físico eliminam o conhecimento e preocupação pela pessoa que está por trás daquele corpo. Isso acontecer, até que inconscientemente, não significa que seja aceitável ou lógico, por mais que nós o sejamos.

Talvez a narrativa vos pareça complexa, turva ou até exagerada, porém, com algumas luzes de pesquisa, conversa e ponderação sobre a leitura, torna-se clara a intenção do autor: demonstrar como o aspeto físico, por vezes, nos impede de ver e lembrar de quem está por trás do mesmo (que é bem mais importante).

Aconselho a consulta do seguinte site para uma reflexão mais profunda e abrangente: http://www.justificando.com/2016/02/16/o-que-a-metamorfose-de-kafka-pode-nos-ensinar-sobre-direitos-humanos/

foto do autor

Such as inspiration, i pretend this project to be endless. Such as a book, i pretend this project to tell stories.

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D